27.11.07

Fanfarrões Fastéis de Forno Fem Fermento


Bah, numa visita de médico pra dar o cavalo (carona) ao cumpadre depois do jogo, tu aproveitas a chuva e o chimarrãozinho pra discutir a boa da noite. Melhor ficar por casa porque a chuva tá forte, mas pra reunir a galera, tens que ter um prato divertido e prático, daqueles onde tu podes colocar todo mundo no serviço.... hehehe. Pastéis de forno são o bicho, e a massa caseira é feita sem fermento meu velho... queres maior barbada que essa?

Ingredientes para a massa do pastel:

- farinha de trigo (pode ser bem menos de 1kg)
- sal
- um ovo (ou dois se fizeres com mais de 400g de farinha)
- óleo
- manteiga ou margarina
- leite frio
- uma garrafa de vinho

Modo de Fazer

Tá. Não tem erro, ou como diz um amigo meu quando me vê postando receitas novas, "bem que já me disseram que bandido tem cara de gente!". Neste caso em particular, eu fiz os recheios antes, pois eu queria que quando o pessoal chegasse eu nao estivesse literalmente com a mão na massa. Para os recheios, como na maioria das minhas receitas, tu abres a geladeira e vê o que tens à mão, o resto é por tua conta índio velho! Eu tinha calabresa, coraçãozinho, bastante cebola, milho, carne moída, ricota, brócolis, rolou até uns pedacinhos de filé de frango com molho de tomates. Claro, cozinhei e fritei os ingredientes para os recheios em separado e reservei (bah, tu nao sabes a tiriça que eu tinha pra escrever a palavra "reservei" em alguma receita). A carne moída eu dei uma boa fritada com bastante chili que é vendido no mercado público em poa na banca do holandês (óia o jabá rapá). É possível verificar os recheios ainda separados na foto que acompanha.
Bom, daí, colocando a cervejinha pra gelar no baldinho e esperando a galera, tu jah vais dando um up na louça... principalmente no fogãozinho tropeiro que usaste pra fazer a mó sujeira na hora de fritar a calabresa, cebola, coraçãozinho, etc. Té parece q o vento minuano passou por ali.
Quando a galera chega, a ceva ainda não deve estar gelada, pq se jah estiver, provavelmente tá pela metade né? Claro como o céu da campanha em janeiro de ano bissexto. Tchê, não te acanha... bebe o vinho da garrafa que tá na lista pra poder usar essa garrafa depois. Então tu pegas uma bacia (tigela) e colocas a farinha, a manteiga (umas 74g) um copo de leite frio e, em um xicara tu bate o ovo cru com um pouco de óleo e depois atira na bacia também. Começa a sovar, mas te atraca como mosca na mer... e faz aquilo ali virar uma massa de uma consistência quase de argila. Daí tu colocas essa massa pra dar uma descansada na geladeira por uma meia hora enquanto a galera jah toma aquela geladinha e petisca a entrada que também ficou por tua conta.
Ao tirar a massa da geladeira, abra a mesma usando a garrafa como rolo de massa (ahhh muleeeeque) até a espessura de uns 2mm e use a tampa de uma panela ou um prato pra recortá-la em "pizzas" redondinhas. Nesse momento, com o forno pré-aquecido, vá montando um pastel com cada recheio e/ou misturando os mesmos e dobre as massas em meia-lua, "vedando" com a pressão dos dentes de um garfo por toda a volta da meia-lua. Com uma pulverizada de farinha em uma forma, tu colocas os pastéis um ao lado do outro e atira no forno.
Minutos depois, tira dali, dá uma sopradinha e mete pra dentro nego véio... com aquela geladinha... e o barulhinho da chuva... e cheio de mulher na volta... bah... chegô a me pretiá as banana. Olha, receita justa como dedo no nariz... é boa como de cagar e andar em volta (expressão do vô ney).

Dica do Japa

- Tchê, era bom botar queijo junto com alguns dos recheios pra o pastel não ficar "seco". Uma ricota já ajuda!
- Bah, um óleo de olívia ou uma mostardinha/ketchup acompanhando os pasteizinhos, nóssinhora!
- As vezes nao se faz necessário o sal na massa, pois os recheios sao salgados o suficiente, mas vai por mim que na maioria das vezes que fiz essa receita, a massa ficou tão ou mais gostosa que o recheio.
- Use uma superfície resistente para abrir a massa... uma mesa as vezes pode ser frágil, que tal a pia da cozinha bem limpinha?

Trilha sonora para acompanhar a receita: o cd G Love's Lemonade, onde o cara consegue unir um sonzinho surf com uma gaitinha de boca beeeem legal, naquele estilo blues que eu me amarro!

Aloha!

3 comentários:

Spk disse...

Não, não pode ser, não dá para acreditar, é um sonho: Vaguinho postando 3 receitas seguidas em um únicos mês????

Mas ahhhhhh, finalmente "muleque". Tava na hora de se coçar hein coisa ruim. Seguinte, tô na ficha 2 desses pastéis, se ratear vou fazer no próximo findi.

Baita receita brother, e na sequência temos que fazer aquela feijuca que tá pra sair faz horas. Eu já tenho uma pronta, mas acho que vou publicar a que nós fizermos juntos e tal, se pah, feijoada de Natal e indigestão no seu Noel, que tal?!

t+

Spk

bagamangush disse...

Galera !
D + o site, meu irmão pode dar um UP no site ! Seguinte, podia criar uma seção especial para churrascos ! Posso dar vários posts de churrascos, rola direto aqui em casa !
Quanto a última receita, não sei se tava bom mas a ceva hein ! convidativa... heineken a melhor !
Abraços galera... !

Aniela disse...

to de bobeira aqui pensando :bah q q eu posso fazer pra janta de bom,barato e fácil...o namor liga bem na hr e dá a luz q eu precisava...podíamos fazer hj os pastéis de forno do teu primo né???içaaaaaaa ñ precisou nem falar duas vezes...afinal o sitezinho já está nos favoritos e sei q colaborarei na formação do cheff Vagner,brincando de fazer experiências desde criança,com o instinto "ratatoulie" q corre na veia da família Cabral.
Parabéns seu merda,ainda vou te ver no Jô falando disto aqui...
bjão Aniela Cabral
ah...ñ muda nunca a forma de descrever a receita,viu?!é o q tem de mais original e fascinante na minha opinião...fora o rango ao vivo,a cores,odores e sabores,óbiviou...hehehe