18.11.07

Layers de polenta e lombo com limão e alecrim


Tudo começa naquele dia em que tu acordas e pensa se vale a pena a correria pra matar as charadas que tu agendou. Claro que vale, o maximo que vai acontecer é dar tudo errado. Uma vez jogando no parque tu tomas uma bolada na cara, um rapa de um doente que nunca pegou uma bola de basquete e um cotovelaço "sem querer" de um brother. O que mais pode acontecer? Eu respondo... eu respondo: O saci aquele que rompeu o tendão e de alguma forma deseja dar continuidade à saga, aparece no parque e diz em alto e bom som que a tua casa foi sorteada "aleatoriamente" pra sediar o rango do dia. Pronto, e o cardápio? Dont worry, what you see is what you get: decidimos o cardápio dentro do supermercado, minutos antes de darmos inicio aos trabalhos e, ainda demos de cara com o brother incumbido da bebida lá. Eis que surge a pergunta que não quer calar: "será que eu vou ser sempre o último a saber?"! Segue a ata da reunião inside the store:

Ingredientes

- Um pacote de 500g de polenta temperada
- um pedacinho de lombo de porco (hehehe, 1kg serve)
- alguns limões
- alecrinzinho e um temperinho mais forte, industrializado pra dar cor e sabor
- umas calabrezinhas
- um potinho de requeijão
- queijo (pode ser aquele vendido em tirinhas tipo "ovos moles", bahh me puxei)
- óleo e um salzinho da bruxa

Modo de preparo

Ah meu querido, começa colocando a ceva no baldinho, saquinho de gelo acompanha com um pouquinho d'água para dar o start (vai por mim que o meu freezer é potente pacas e perdeu pra esse processo aí na arte nórdica de gelar o líquido precioso).

Bueno, pra não perder tempo, coloque para ferver um litro e meio de água em uma panela grande com um fio de óleo enquanto tu já passa o tempero por sobre o porco e depois de colocar o alecrim sobre o mesmo atira essa belezura dentro do forno pré aquecido. O brother já vai ajudando com a louça enquanto o terceiro elemento mistura a polenta com água fria (essa mistura, depois de homogênea é incorporada na água que já deve estar quase fervendo).

O caboclo que se desocupar primeiro já confere se a bebida está no ponto e, independente da resposta, bota o muchacho a picar a calabresa. Nesse meio tempo, em virtude das habilidades adquiridas em todo esse período em que nos reunimos, já tínhamos realizado a entrada de tomates recheados e estávamos tentando comer sujando o mínimo possível (hehehe, impossível).

Meu velho, a essas alturas do campeonato, a polenta diluída na água fria e incorporada à água fervendo minutos atrás (diga-se de passagem que deve ser sempre mexida com uma colher, sem que levantem bolhas no processo de preparo) já deve estar quase ou efetivamente pronta (tu sabes disso quando ela adquire uma consistência única entre o estado líquido e o sólido da matéria). É neste momento que tu tiras o porco do forno pra dar um conféris e expreme alguns limões sobre o mesmo, jogando o mesmo no forno novamente pois ele ainda não deve ter assado por completo (até o centro). Tah, agora tu pegas uma travessa que pode ir ao forno e intercala uma camada de polenta, uma de requeijão, uma de calabreza e assim vai terminando com o queijinho por cima (se tiveres queijo suficiente para todas as camadas, melhor). Colocas então a "lasanha de polenta e calabreza" no forno junto com o porquinho delicioso que lá reside e liga o dourador do forno pra deixar o porco ainda mais atraente. Espera uns minutos enquanto tu te delicia com a ceva que o brother trouxe e está beeeem geladinha e depois tira os pratos do forno e te acaba!

Dica do japa

- não inseri na receita nenhum apontamento sobre o sal, tu podes salgar o que quizeres o tanto que quizeres, mas não te esqueces que os temperos podem fazer esse trabalho sozinhos. Talvez ao fazer a polenta tu possas colocar um pouquinho de sal, contudo, cuidado!
- saladas verdes acompanham o prato, no caso rolou uma alface e por sobre o prato principal adicionamos pitadas de salsinha e cebolinha
- a receita é voltada para o trabalho em equipe, ideal para quando cozinhamos entre duas ou mais pessoas.
- outra dica é servir logo que a gororoba sai do forno, pois o queijo ainda está daqueeeeele jeito!

Trilha sonora da receita: Kanye West - Gold Digger
Entretenimento áudio-visual para auxílio degustativo do prato: Jason Kidd enganando até o diabo na quadra de basquete, pode ser conferido nos melhores DVDs da NBA.
Aloha!

4 comentários:

Spk disse...

Essa receitinha é da bruxa hein?! Muito barbada e umas 1000 calorias a mais no currículo.

Mas ó, Cês são f... cara, só valeu.

t+

Spk

vagner pantufa disse...

Pequei ao não postar os méritos do Firpo cara, que além de trabalhar muito bem como servidor e ajeitar a ceva nos baldinhos com o gelo, lavou um monte de louças e ainda fez a entrada de tomates recheados q ficou da hora! Toda a base!

Firpo McCoy disse...

caras, aproveitando a oportunidade, vou largar aqui aquela piadinha dos tomates e tal... ahh, na versão original:
"Three tomatoes are walking down the street- a poppa tomato, a momma tomato, and a little baby tomato. Baby tomato starts lagging behind. Poppa tomato gets angry, goes over to the baby tomato, and smooshes him... and says, Catch up!!!"
Abraço!

Firpo

Anônimo disse...

Sim, provavelmente por isso e