10.1.07

Costela com Pinhão das moréias beges nervosas de Kuala Lumpur


Mas ahhhh. Antes de mais nada vamos parabenizar um ilustre membro do "The Cooking Fellowship" que está aniversariando hoje. Vaguinho (ou Pantufa, ou Vagner Pantufa Vamuquebratudonazaga Entrosolandoenãodanada Mcollins, ou simplesmente Ted Mcollins), só tenho duas coisas pra te dizer: Para béns!!! ;o)

Então como vou dedicar a receita a nosso ilustre contribuinte, nada mais justo do que usar um dos animais que lhe dá inspiração para os "causos românticos", afinal, quem nunca ouviu o Pantufa falando que estava prestes a dar o "Golpe do Albatroz" mas no final das contas a dita cuja aplicou a "Fuga da Moréia" ;o)

Enfim, vamos a receita.

Ingredientes:

- 500 gr de costela de gado vacum;
- 2 cebolas grandes picadas;
- 2 tomates grandes picados;
- 1 cálice de vinho tinto;
- sal a gosto;
- 250 gr de pinhão fresco;
- azeite da Olívia;
- 1 pacotinho de sazon vermelho para carnes;
- 1 pacotinho de caldo de costela em pó (melhor pra dissolver);
- 1 Cd do Djavan que tenha "Mal de mim";
- 1 panela de ferro grande (ta bom, ta bom, pode ser qualquer outra panela, no stress);

Modo de Preparo:

- Larga o "Mal de Mim" na vitrola para ficar calminho, pois essa receita é nervosa. O cara já começa assim: "Eu pensei, que fosse coisa para um dia só...", mas calma, não é com você que ele tá falando, essa receita só vai tomar algumas horinhas do seu precioso tempo. Cozinhe os pinhões numa panela de pressão por uns 30 minutos e descasque-os (e vai por mim, descascar pinhão sem babá-los, parti-los ou sem perder a paciência e mandar tudo a pqp é a melhor parte da receita, por isso o Djavan pra acalmar ;o)). Mas como você é brasileiro e não desiste unca, segue o baile.

- Depois de devidamente descascados os pinhões, vamos ao que interessa. Na panela de ferro, cozinhe a costela em pedaços. Esquente o azeite da Olívia e vá adicionando os pedaços do bichinho. Enquanto estiver cozinhando, adicione o sazon e o caldo de carne na panela. Depois que o bicho estiver cozido, acrescente o tomate a cebola e continue mexendo até dar uma boa dourada. Acrescente o pinhão, a cebola seca e o cálice de vinho, adicione sal a gosto e deixe cozinhar por mais 10 minutos. Se você tiver tempo sobrando, passa no bolicho da esquina e pega uma salsinha pra dar um gosto nesse troço também.

Dica do Japa:

- A dica de hoje é muito simples: depois de fazer a receita, beba o resto do vinho tinto.

- Não faça essa receita na casa do Vagner senão ele vai incorporar o detetive Adrien Monk e reclamar que você sujou a casa toda, até o banheiro, só pra fazer um pratinho qualquer ;o)

- Você pode dar uma temperada nessa costela com sopa de cebola antes de cozinhá-la na panela de ferro. Fica da bruxa...

Trilha sonora da receita: Mal de mim - Djavan

Idealizador e hábil executor do prato: Spk

Have fun

t+

Spk

2 comentários:

Vagner Pantufa TedMcollins disse...

caracaaaa, Djavan pra uma receita em homenagem a mim cara... tah doido... issae eh muito pesado... pq nao colocou um limpbizkit ou algo mais ambiental como pantera ou ateh mesmo um You´re crazy do falecido gnr. Linkin park nao iria mal, agora, tem q fazer a propaganda do vinho do gringo cara, pra ver se ele aparece pq ele sumiu e eu to soh bebendo os marcadevil merlot cabernet suavignon chadonay. Grande presenca irmao, obrigado pela lembranca e ve se me erra. Abraco, eu.

Spk disse...

Nã... o legal da receita foi te sacanear com Djavan mesmo, deixa assim que ta beleza, hehehe.

t+

Spk